Loading

Mamoplastia: como saber qual tamanho de prótese é o ideal?

Mamoplastia: como saber qual tamanho de prótese é o ideal?

A mamoplastia de aumento é, sem dúvida, umas das cirurgias plásticas mais realizadas no mundo. Felizmente, as mulheres que estão insatisfeitas com o tamanho e/ou formato dos seios têm, atualmente, inúmeras opções de próteses para aumentar as mamas e deixar o colo com o aspecto desejado. No entanto, é justamente devido à grande variedade de implantes no mercado que algumas pacientes podem ficar inseguras com a tomada de decisão na hora de escolher o material das próteses e o tamanho final dos seios. Perguntas como: “será que não vai ficar muito grande?” ou “E se eu não gostar?” são comuns em consultório.

Os implantes de silicone atuais, além de terem variados volumes, também são classificadas em próteses com perfil baixo, médio e grande, que determinam a marcação do colo. Também é possível diferenciar os implantes com base em seu modelo, que pode ser redondo, anatômico ou cônico. Mas afinal, como acertar nessa escolha?

Avaliação médica adequada e expectativas do paciente

Primeiramente, é fundamental a avaliação adequada do cirurgião plástico em cada caso, levando em conta não só o desejo e as expectativas da paciente, mas principalmente as suas características físicas. Da mesma maneira, a mulher deve saber escutar a opinião médica do seu cirurgião, profissional que está totalmente inteirado com estas escolhas e tem que amplo conhecimento sobre as variedades de próteses no mercado, para atender às mais diversas necessidades.

Características corporais

Como citamos, além de levar em consideração as expectativas da paciente, é importante também saber avaliar as características físicas da mulher, como a altura, as proporções corporais, a largura do tórax e, até mesmo, o formato original dos seios. Isso porque algumas dessas características podem influenciar na escolha das próteses. Quem tem o tórax estreito, por exemplo, deve optar por implantes menores, enquanto quem possui a região larga pode receber implantes grandes, como de 300 ml.

Presença ou não de flacidez

Outro ponto importante é saber se há algum grau de flacidez das mamas, processo que pode ser comum também em mulheres com seios pequenos. Quando há pele flácida é possível a colocação de implantes maiores, a fim de ocupar toda a cavidade mamária e melhorar o aspecto da flacidez. No entanto, é preciso ter em mente que em alguns casos determinados a única maneira de se livrar da flacidez em excesso é associar a técnica de mastopexia, cirurgia que reestrutura os seios e corrige mamas com queda.

Estilo de Vida

O estilo de vida da paciente também conta (e muito) para a escolha correta do tamanho dos implantes mamários. Mulheres que praticam esportes ou atividades físicas intensas, por exemplo, podem se prejudicadas no dia a dia por próteses muito grandes. Por isso, o diálogo aberto com o seu cirurgião, sobre os seus hábitos e a sua rotina, é muito importante.

Tecnologia Mamasize®

Um dos grandes aliados de médicos e pacientes na hora de escolher o tamanho das próteses é o Mamasize® , dispositivo desenvolvido pelo Dr. França e difundido no Brasil e no mundo que funciona como um simulador simples e eficiente para prever como ficará o tamanho das mamas após a colocação dos implantes de silicone . Ao todo são 7 tamanhos e formatos diferentes de “molde”, que se encaixam em diversos perfis mamários e que são provados em um soutien próprio durante a consulta pré-operatória, a fim de medir o formato atual dos seios e mostrar o tamanho aproximado das mamas após a cirurgia.